A escala Hawkins: o poder contra a força

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

David R. Hawkins (1927-2012), médico psiquiatra traz ao público no livro “Poder contra Força: Uma Anatomia da Consciência – Os Determinantes ocultos do comportamento humano” (Power vs Force: The Hidden Determinantes of Human Behaviour), de 1995 a pesquisa dos efeitos positivos de energias “superiores” da consciência sobre a negatividade do mundo.

Ele relacionou níveis de consciência adotando nomes (“amor puro”, “graça”, “otimismo”, etc) e números (200, 300, 400…) ao efeito da “negatividade” de níveis inferiores de consciência (“egoísmo”, “culpa”, “medo”, etc).

Pesquisadores usam teste muscular e cinesiologia para determinar onde as pessoas estão nesta escala.

No livro é apresentado os níveis da consciência humana. Eles são: Vergonha, culpa, apatia, tristeza, medo, desejo, raiva, orgulho, coragem, neutralidade, vontade, aceitação, razão, amor, alegria, paz, e ao mais alto nível, a iluminação.

008-escala-de-padrc3b5es

Ele também montou um sistema de calibração dos níveis de consciência humana. Atribuindo os números de 1 ao infinito como uma possível escala de valores de consciência. Com isso, ele percebeu que teria que utilizar o logaritmo dos números, em vez dos números simplesmente. Isto é porque o poder da consciência a níveis mais altos é muito vasto se comparado com o poder da consciência a níveis mais baixos.

Quando se utiliza um sistema logarítmico de base-dez, o número 4 não é apenas duas vezes maior que o número 2. O logaritmo de 4 é 10.000 contra o valor do logaritmo de 2 que é só 100. Um nível de consciência de 300 não é apenas duas vezes maior que o nível de 150, o nível de 300 significa 10 elevado a 300; ou seja, o número 1 com 300 zeros depois dele!

Embora apenas 15% de toda a população do mundo esteja acima do nível crítico 200 de consciência, a força coletiva desses 15% tem o peso para contrabalancear a negatividade dos 85% restantes da população mundial. Devido ao fato da escala de força avançar logaritmicamente, um simples Avatar em um nível de consciência de 1.000 pode, na verdade, contrabalancear totalmente a negatividade coletiva de toda a humanidade.

Um indivíduo que vive e vibra na energia do otimismo e da disposição de não julgar os outros (nível 300) irá contrabalancear a negatividade de 90 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força.

Um indivíduo que vive e vibra na energia do puro amor e da reverência por toda a vida (nível 500) irá contrabalancear a negatividade de 750 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força.

Um indivíduo que vive e vibra na energia da iluminação, graça e paz infinita (nível 600) irá contrabalancear a negatividade de 10 milhões de pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força (aproximadamente 22 desses sábios estão vivos hoje).

Um indivíduo que vive e vibra na energia da graça, do espírito puro além do corpo, num mundo de não-dualidade e unidade completa (nível 700), irá contrabalancear a negatividade de 70 milhões de pessoas que estão calibradas em níveis mais baixos de forca (aproximadamente 10 desses sábios estão vivos hoje).

consciousness-scale-vibration

SERVIR É ELEVAR O NOSSO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA

O que podemos fazer para ajudar? Conforme elevamos o nosso nível de consciência, contribuímos cada vez mais para a qualidade espiritual da mente global. Portanto, o nosso maior serviço à humanidade é, paradoxalmente, o desenvolvimento da nossa própria consciência.

Abaixo do nível 200 estão os campos de atração da vergonha, culpa, apatia, aflição, medo, desejo, raiva e orgulho. Bem no nível 200 crítico vem a coragem e a sua habilidade para fortalecer o ego, para retirá-lo da condição de vítima inerente às mais baixas frequências.

A um nível de 300, uma pessoa elevou-se acima de muitas emoções de conflito para alcançar um certo estado de não-julgamento e sentir otimismo.

A um nível de 400, o indivíduo alcança uma atitude um pouco mais harmoniosa que traz aceitação e perdão. Além disso, ele ganha um raciocínio mais aperfeiçoado que traz compreensão e significado para a vida. Este não é um nível difícil de alcançar. Por exemplo, a perseguição do objetivo.

Para alcançar o nível de 500, uma pessoa precisa de estar espiritualmente consciente. A este nível, o amor incondicional e o perdão incondicional ficam mais vivos e bem mais encaixados na nossa realidade.

Quando uma pessoa praticou meditação longa e diligentemente o suficiente atinge consciência de felicidade ao nível 600.

O nível médio de energia na Terra é de cerca de 207 , e isso é porque ao longo de nossas vidas, nós acumular bloqueios de energia escondidos e condicionamento negativo que nos impede de alcançar vibrações mais elevadas.

O nível que devemos almejar, no entanto, é 500 e acima. 500 é a vibração do amor. Ao vibrar neste nível sua vida se torna drasticamente diferente. Quando estamos neste estado de vibração de repente, Amor, alegria, abundância estão ao seu alcance.

Dr David R. Hawkins – Livro: “Força e Poder”

Existe um padrão geral na sua vida e, nas áreas aonde você não vai bem, você tem que analisar suas crenças e julgamentos. Julgamento é uma série de conclusões que você comprou ou vendeu para si mesmo, em algum momento, após ver ou aprender com alguém. São essas coisas que estão te bloqueando, te impedindo de alcançar as freqüências mais elevadas. Se você quer alcançá-las, pare de julgar todas as coisas.

Fonte: http://radarliz.blogspot.com.br/

Analista internacional, designer, estudante (sempre!) da conscienciologia e projeciologia e terapeuta Reikiana. Acredito que podemos criar um mundo mais humano e amoroso, se trouxermos essa mudança para o âmbito pessoal.